SPFW N42 – Destques do primeiro dia

taina-serracine-primeiro-dia-spfw-desfile

Como toda edição da São Paulo Fashion Week, vem seus lacres mas que essa chegou chegando, niguém dúvida!

A La Garçonne

O primeiro desfile de ontem foi a marca A La Garçonne com uma proposta meio esporte meio social. Se a mistura desses dois termos resulta naquelas calças moletom mais largas na parte do quadril e ajustadas no tornozelo junto com sandália de duas tiras, você está totalmente enganada. A marca de Fabio Souza e Alexandre Herchcovitch resolveu mostrar todas as suas cartas na maga nessa coleção. Cheio de modelos trabalhados em rendas, plissados e transparências combinam com peças de alfaiataria e tecido como neoprene. Parkas? Jaquetas bomber? Sim e sim! Essas peças não vão sair de foco tão cedo e elas também tem a sua representação maravilhosa nessa coleção que roubou meu coração.

LAB

Trazendo a voz do povo, Emicida transforma a palavra do momento, empoderamento, em puro desfile. Mistura de pessoas da rua mesmo, vão de magro, branco, negro, gordo… Representando que está por aí desfilando com as roupas por vontade própria! Aliás, o desfile seguiu a nova proposta do See now, Buy now (veja agora, compre agora) onde tudo que foi desfilado foi feito para ser comercializado no site da marca logo após o show.
Muitas estampas que se remetem a cultura angolana e shapes que foram transformados de uma maneira menos tradicional, mais moderna e global. Além disso, há também uma espécie de oragami criada por Thiago Ferraz onde foi colocado alças na parte de dentro das jaquetas para que quando fora do corpo, continuem penduradas.

Patrícia Vieira

Tendo a Ilha de Páscoa como inspiração, Patrícia Vieira que transforma as texturas e caimentos de diversos tecidos como ninguém, nos traz uma proposta incrível com o couro.
Usando o preto e o cinza para representar as rochas vulcânicas, é claro, as famosas esculturas Moias, armaduras e roupas de guerras. Bordados metálicos são aplicados de jeito minucioso. Tudo isso traz a ideia de uma dureza em sua coleção que acaba quando peças de couro trabalhadas para se mostrarem fluidas na passarela.

Reinaldo Lourenço

Inspirada em sua viagem para Suécia, Reinaldo Lourenço traz listras nas suas peças plissadas (que não apenas saias como a moda sugere e sim, em peças inteiras) em meio de estampas com uma pegada camponesa. Tule, fitas em cobre, veludo e tricot canelado são os tecidos que dão vida a essa coleção diversificada.

Possível escolher um preferido? Acho que não! Mas se você conseguiu, me conta aqui nos cometários!
Beijo!

Related Post

2 Replies to “SPFW N42 – Destques do primeiro dia”

  1. Nossa, eu ameei alguns looks do a la garçone, mas o Lab veio pra tombar mesmo, to maravilhada kkk

    1. Tainá Serracine says: Responder

      Ameeeeeeeeeeei também! <3

Deixe uma resposta